Efeito Banner

Fundamental Engenharia

6 EPC’S que podem salvar a sua equipe de acidentes

29/03/2019

Primeiro vamos esclarecer o que são EPC’s

EPC’s são dispositivos utilizados no ambiente de trabalho com o objetivo de proteger os trabalhadores dos riscos coletivos existentes. Entre os tipos de EPC’s existentes pode-se destacar os cones e faixas de segurança, placas de sinalização, sensores de presença, sirenes e alertas luminosos, cadeados e garras de bloqueio, bloqueios de disjuntores.

Por tanto os EPC’s são dispositivos que devem ser priorizados em relação aos EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) por atuarem independentemente da atitude dos trabalhadores. Os EPI’s (como luvas, protetores auriculares, capacetes, botas, entre outros) não evitam acidentes, apenas diminuem ou evitam lesões que podem decorrer de acidentes e não oferecem proteção completa contra os riscos.

 

Conheça a seguir 6 EPC’s que podem salvar a sua equipe de acidentes

 

1 – Cones e correntes de segurança: Servem para auxiliar na orientação dos trabalhadores em relação às áreas restritas ou que possuam perigos não evidentes. Os cones e correntes ajudam a delimitar espaços para que o trabalhador não ultrapasse sem a devida atenção.

2 – Placas de sinalização, sirenes, alarmes e alertas luminosos: São essenciais para chamar a atenção dos trabalhadores diante de riscos e orientar sobre as instruções de operação e manutenção dos equipamentos. A sinalização deve ser feita com cores, símbolos ou até sinais luminosos e sonoros. Estes sinais servem como alerta máximo para indicar que alguma atividade de risco está sendo realizada.

3 – Sistema de ventilação e exaustão para eliminar gases, vapores ou poeiras contaminantes: Nas atividades industriais em que há dispersão de contaminantes no ambiente, a ventilação e os exaustores têm a finalidade de diluir as concentrações de gases e vapores, além de promover conforto térmico ao trabalhador.

4 – Dispositivos de bloqueio e etiquetagem: Os cadeados de bloqueio servem para impedir o religamento mecânico e elétrico de máquinas, equipamentos ou painéis elétricos durante o período de manutenção. Eles devem estar acompanhados da sinalização de bloqueio adequada, como a etiqueta de bloqueio ou identificação contendo o horário e a data do bloqueio, o motivo da manutenção e o nome do responsável.

5 – Comando bimanual de acionamento: Obriga o operador a manter as mãos em local seguro durante o ciclo de uma máquina, evitando possíveis acidentes. Isso porque o acionamento só ocorre por meio de dois botões, que devem ser pressionados simultaneamente.

6 – Detectores de fumaça e sprinkles: Servem para alertar sobre a presença de fumaça no ambiente e para auxílio no combate a incêndios. Os detectores de fumaça funcionam como um indicador de fogo, e emitem um aviso sonoro quando ativados, enquanto que os sprinkles liberam água no ambiente quando a temperatura do ambiente atinge níveis elevados.

 

E para finalizar, uma dica importante é que o uso de EPC’s deve ser sempre acompanhado de treinamento adequado e fiscalização de uso, sob orientação do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho – SESMT.

 

 

 

 

Fonte: Revista CIPA